'Superlua' enfeita céu no Dia dos Pais

Fenômeno de alinhamento entre Sol, Lua e Terra ocorre 6 vezes por ano, mas este foi o mais intenso; em 8 de setembro, vai haver outro

Agência Brasil

11 Agosto 2014 | 02h01

RIO - O alinhamento entre Sol, Terra e Lua, com a lua mais próxima da Terra, resultou neste domingo, 10, no fenômeno conhecido como superlua. O fenômeno ocorre seis vezes por ano, mas o deste domingo foi o mais intenso. Segundo informações do Observatório Nacional, às 14h43 a Lua chegou a 356.896 quilômetros da Terra, a maior proximidade em 2014.

Neste ano o fenômeno vai ocorrer de novo no dia 8 de setembro, mas neste dia a Lua só estará cheia a partir das 22h38. Em 2015, a superlua com maior proximidade da Terra será no dia 28 de setembro, quando o satélite natural estará a 356.877 km de distância. Além disso, o instante de maior aproximação e da lua cheia vão diferir em só dois minutos.

Mais conteúdo sobre:
Lua Superlua

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.