Terremoto no Chile danifica objetos milenares chineses

Peças fazem parte de exposição que estava sendo realizada na sede do governo chileno em Santiago

ANSA,

01 Março 2010 | 16h33

O terremoto que atingiu o Chile na madrugada do último sábado, 27, danificou dois dos 123 objetos milenares expostos no centro cultural do Palácio de La Moneda (sede do governo chileno) e que representam o Exército da China. A informação foi confirmada à ANSA pela diretora do centro, Alejandra Serrano, que detalhou as figuras danificadas.

 

"Foi danificada a extremidade de uma figura zoomórfica (uma cabra) e o pé de uma réplica de um guerreiro. Já informamos à China e as peças foram fotografadas para efeitos do seguro", explicou.

 

Segundo Serrano, os danos foram pequenos, pois os organizadores da exposição colocaram bases de suporte em cada uma das estruturas que sustentam os objetos.

 

Os objetos da mostra, denominada "A Antiga China e o exército de Terracota", são considerados Patrimônio da Humanidade e uma das principais descobertas arqueológicas do século XX.

 

As obras expostas foram elaboradas em terracota a partir do ano de 240 a.C. por ordem do primeiro imperador chinês, Qin Shi Huang, para serem colocadas em seu túmulo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.