Vaticano afirma que abuso sexual não é problema só da Igreja

Para reverendo, escândalo é 'especialmente deplorável' por causa da responsabilidade moral da Igreja Católica

Associated Press,

09 Março 2010 | 14h32

Um porta-voz do Vaticano, reverendo Federico Lombardi, afirmou que os escândalos de abuso sexual na Alemanha e em outros países são causa de aflição para a Igreja Católica, mas que o problema não ocorre só na Igreja.

 

Veja também:

linkIgreja é acusada de obstruir investigação sobre abusos sexuais

linkPadres abusaram de crianças na região natal de Bento XVI

linkAssessor do papa é afastado por escândalo de prostituição gay   

 

Lombardi disse nesta terça-feira, 9, que a resposta da entidade tem sido rápida e transparente, e que qualquer caso de abuso na igreja é "especialmente deplorável", por causa das responsabilidades morais e educacionais das autoridades religiosas. Ele notou, porém,

 

O porta-voz disse que a Igreja Católica está buscando se comprometer com estratégias para evitar os abusos.

 

Os escândalos de abuso sexual de menores por padres católicos e também o fato de autoridades religiosas encobrirem o problema vieram a público nos últimos meses na Irlanda, Alemanha e Holanda. A Igreja Católica nOs Estados Unidos ainda lida com os problemas financeiros e emocionais oriundos de anos de escândalos do tipo.

Mais conteúdo sobre:
Igreja Catolica abusos sexuais Vaticano

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.