Saliva do monstro de gila tira o apetite

Estadão

18 Maio 2012 | 20h24

(Foto: EDU GARCIA/AE) Monstro de Gila: saliva tem poderes surpreendentes

O monstro de gila é dos poucos lagartos venenosos em todo o mundo. O animal vive no Sul dos Estados Unidos e no Norte do México, tem a língua bifurcada e, de sua saliva, já se desenvolveu um medicamento para controlar os níveis de açúcar no sangue na diabetes do tipo 2. Cientistas suecos descobriram agora que essa substância da saliva também tira o apetite.

O medicamento para a diabetes, conhecido por exenatida, é uma versão sintética de uma substância natural chamada exendina-4. Ela é produzida pelas glândulas salivares do lagarto e entra na sua corrente sanguínea enquanto come suas presas – pequenas aves, outros lagartos, roedores e ovos.

Experiências feitas com ratos pela equipe de Karolina Skibicka, da Universidade de Gotemburgo,  e publicadas na revista científica Journal of Neuroscience, mostraram que a exendina-4 tem um efeito inesperado: reduz o apetite dos animais.

“Isto era desconhecido para nós”, diz Karolina Skibicka.  “A maior parte das dietas falha porque estamos obcecados pela vontade de comer, principalmente alimentos tentadores, como doces. Como a exenadina-4 suprime o desejo por comida, pode ajudar quem é obeso a controlar o peso”, completa sua colega  Suzanne Dickson.

Para os cientistas, o mecanismo que explica este efeito está ligado às regiões cerebrais ligadas à recompensa e motivação. Elas seriam as primeiras provas de que a exendina-4 regula esses circuitos. Portanto, desta descoberta podem resultar maneiras de controlar a obesidade ou distúrbios alimentares.