Gatilho que comanda o início da divisão celular é desvendado

Nova luz para a compreensão de mecanismos que disparam doenças marcadas pela multiplicação descontrolada de células, como o câncer.

taniager

24 de setembro de 2010 | 18h32

O estudo da equipe de Lingchong You baseou-se nas células em crescimento de rato. Crédito: cortesia de You lab, Pratt School of Engineering/ Universidade de Duke.

O estudo da equipe de Lingchong You baseou-se nas células em crescimento de rato. Crédito: cortesia de You lab, Pratt School of Engineering/ Universidade de Duke.

Embora o processo de divisão celular seja bem entendido, o conhecimento de como ele é disparado ainda é incerto. Cientistas formularam duas hipóteses na tentativa de explicar o fenômeno sem, contudo, chegarem a um consenso. Recentemente uma terceira hipótese parece conciliar as duas anteriores. Ela foi levantada pelo bioengenheiro Lingchong You da Universidade de Duke, EUA, e demonstrada em estudo por sua equipe.  As conclusões poderão trazer uma nova luz para a compreensão dos mecanismos que disparam doenças marcadas pela multiplicação descontrolada de células, como o câncer. 

Um dos dois modelos vigentes para explicar a divisão celular, diz que o início da divisão para qualquer célula específica é apenas um evento aleatório. O segundo modelo assume que há diferenças intrínsecas entre as células que permitem a algumas iniciar o processo antes de outras.

A equipe descobriu que um circuito de genes específicos, conhecido como Rb-E2F, tem a capacidade singular de comandar o início da divisão celular de algumas células, ao mesmo tempo em que envia outra ordem para outras células permanecerem “descansando”. O Rb-E2F é um circuito de genes de dois estados, presente em todas as células que pode “ligar” e “desligar” células idênticas simultaneamente. 

Segundo You, este “circuito de genes específicos atua como uma chave para dizer a uma célula em uma população idêntica para se ativar ou desativar – algumas respondem imediatamente, outras não”. “Ao olhar para os elementos-chave deste circuito de genes que está determinando quando uma célula entra no processo de divisão, podemos conciliar as duas escolas de pensamento e isto pode nos ajudar a entender melhor este aspecto fundamental da biologia celular.”

Veja também:
Genoma da esponja do mar dá novos insights sobre a evolução dos animais e o câncer
Identificados mecanismos que podem desencadear doenças degenerativas
Interruptor de crescimento em plantas poderia parar metástase em humanos
“Tentáculos” em células do câncer podem ter papel crucial na metástase

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.