Soja: super nutriente é também grão promissor na batalha contra o câncer

Droga não tóxica fabricada com uma substância química extraída da soja poderá deter a proliferação de células cancerosas.

taniager

08 Novembro 2010 | 17h58

Pesquisadores supõe que a substância genisteína encontrada na soja poderia inibir a metástase. Crédito: Wikipédia.

Pesquisadores supõe que a substância genisteína encontrada na soja poderia inibir a metástase. Crédito: Wikipédia.

A soja é um rico alimento para animais e seres humanos e a cada dia que passa mais pesquisas envolvendo o precioso grão vêm mostrando o seu grande potencial para o equilíbrio orgânico. Agora, pesquisadores do Robert H. Lurie Comprehensive Cancer Center da Universidade de Northwestern, EUA, descobriram uma droga não tóxica fabricada com uma substância química extraída da soja que poderá deter a proliferação de células cancerosas da próstata para o resto do corpo.

Em estudo realizado com 38 indivíduos com câncer na próstata, a equipe de Raymond Bergan, diretor de terapêutica experimental do Centro de Câncer, utilizou a substância química natural “genisteína”, ministrada em pílulas diárias um mês antes da cirurgia. Os pesquisadores descobriram, quando examinavam as células cancerosas da próstata dos indivíduos após a cirurgia, que a substância tinha um efeito benéfico: a genisteína aumentou a expressão de genes que suprimem a invasão de células cancerosas e diminuiu a expressão de genes que ajudam na invasão destas células malignas.  

No momento, a equipe está passando para uma nova etapa do estudo de forma a certificar-se de que a droga pode deter a proliferação de células cancerosas da próstata para o restante do corpo. Se a resposta for positiva, esta será a primeira terapia não tóxica para deter qualquer tipo de deslocamento de células cancerosas.