Brasil reduz emissões em 39%

Brasil reduz emissões em 39%

Herton Escobar

05 Junho 2013 | 16h47

Herton Escobar / O Estado de S. Paulo

As emissões de gases do efeito estufa (GEEs) no Brasil caíram 39% de 2005 para 2010, segundo os novos dados do inventário nacional divulgados nesta tarde pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI). O total emitido pelo País em 2010 foi 1,25 bilhão de toneladas de CO2 equivalente (GtCO2eq), comparado a 2,03 bilhões emitidos em 2005, data limite do último inventário. Isso representa 65% da meta de redução estabelecida pelo Brasil até 2020.

Tudo isso graças à redução do desmatamento na Amazônia, que era historicamente a principal fonte de emissão de gases do efeito estufa no Brasil. As emissões no setor de “uso da terra e florestas” (que inclui o desmatamento) caiu 76% no período, segundo os novos números do governo. Todos os outros setores, porém, aumentaram suas emissões: energia (21,4%), indústria (5,3%), agropecuária (5,2%) e tratamento de resíduos (16,4%).

Os novos números, que são uma atualização do segundo inventário nacional, foram divulgados nesta tarde pelo especialista em mudanças climáticas e secretário de políticas e programas de pesquisa e desenvolvimento do MCTI, Carlos Nobre.

Os gases do efeito estufa, em especial o dióxido de carbono (CO2) e o metano (CH4), emitidos por ações humanas para a atmosfera são apontados como os principais responsáveis pelo aquecimento global. O Brasil, como país em desenvolvimento, não tem obrigação de reduzir suas emissões, mas assumiu uma meta voluntária nacional de reduzir o aumento projetado de suas emissões em até 39% até 2020.