<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=1659995760901982&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">
Cientista da Unifesp que pesquisa maconha é acusado de apologia ao crime

Cientista da Unifesp que pesquisa maconha é acusado de apologia ao crime

Elisaldo Carlini, professor emérito da Universidade Federal de São Paulo, 87 anos, foi intimado a prestar depoimento em delegacia após convidar um líder rastafári (que está preso por tráfico de drogas) para participar de um simpósio sobre maconha no ano passado. Pedido de inquérito foi feito pelo Ministério Público

Herton Escobar

23 de fevereiro de 2018 | 20h47

Elisaldo Carlini, professor emérito da Unifesp, é um dos maiores especialistas do Brasil na pesquisa de drogas.

Selecione uma opção abaixo para continuar lendo a notícia:
Já é assinante Estadão? Entrar
ou
Não é assinante?
Escolha o melhor plano para você:
Sem compromisso, cancele quando quiser
Digital Básica
R$
0, 99
/ mês
No primeiro mês
R$ 9,90/mês a partir do segundo mês
  • Portal Estadão.
  • Aplicativo sem propaganda.
Digital Completa
R$
1, 90
/ mês
No primeiro mês
R$ 19,90/mês a partir do segundo mês
Benefícios Digital Básica +
  • Acervo Estadão 146 anos de história.
  • Réplica digital do jornal impresso.
Impresso + Digital
R$
22, 90
/ mês
No primeiro ano
R$ 56,90/mês a partir do segundo ano
Benefícios Digital Completa +
  • Jornal impresso aos finais de semana.

publicidade

publicidade

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.