PÉ NA ESTRADA

PÉ NA ESTRADA

Herton Escobar

29 Novembro 2010 | 10h58

.

Caros leitores e amigos,

Peço desculpas por não ter atualizado o blog com a devida frequência nas últimas semanas. Não foi por falta de vontade, podem ter certeza.

Foi por uma boa causa.

Desde que voltei da Convenção sobre Diversidade Biológica no Japão, no início deste mês, estive 100% concentrado no planejamento e nos preparativos de uma “aventura jornalística” que realizarei em 2011.

Depois de 11 anos trabalhando como repórter na redação do jornal O Estado de S. Paulo, resolvi tirar um ano sabático para viajar pelo mundo em busca de grandes experiências e grandes reportagens nas áreas de ciência e meio ambiente, que são a minha especialidade.

Nesses 11 anos eu já tive o privilégio de viajar bastante pelo jornal. Fui várias vezes para a Amazônia, para o Cerrado e para a Mata Atlântica. Já andei por muita selva nesse país e posso dizer que conheço lugares distantes do Brasil como poucos. Mas chegou a hora de ir mais longe.

Prefiro não revelar detalhes do roteiro, para não estragar a surpresa (e também por que ele poderá mudar a todo momento), mas posso dizer que ele passa pelo Caribe, América Central, Sudeste Asiático e pelo Himalaia. Vou percorrer oceanos, florestas e montanhas, registrar tudo, e produzir reportagens especiais ao longo do caminho.

Desde que entrei para o Estadão, em janeiro de 2000, já publiquei mais de 1.500 reportagens sobre todos os assuntos imagináveis relacionados à ciência e ao meio ambiente. Por muitos anos escrevi quase que diariamente para o jornal, cobrindo tudo que saía nas principais revistas científicas do mundo, como Nature e Science. De uns dois anos para cá passei a atuar como “repórter especial”, dedicando-me a reportagens maiores e mais aprofundadas, voltadas para as edições de domingo e para cadernos especiais do jornal. Paralelamente, em agosto de 2009, comecei a escrever este blog.

Agora, lanço-me por vontade própria a esse novo desafio, de largar o telefone, deixar a redação para trás, e tornar-me um repórter “de campo” em tempo integral, relatando não só aquilo que me contam, mas aquilo que vejo com meus próprios olhos.

Parto amanhã (dia 30) para a ilha de Bonaire, nas Antilhas Holandesas, para fazer um curso de “dive master” e explorar alguns dos recifes de coral mais bem conservados do Caribe. Será o primeiro passo de uma longa jornada por alguns dos locais mais selvagens e, infelizmente, mais ameaçados deste nosso planeta tão belo e tão castigado.

Vou manter o blog funcionando durante todo o percurso. É provável que ele mude um pouco de “comportamento”, mas não sei exatamente como, ainda. Certamente não pretendo transformá-lo num diário de viagem. Meu objetivo aqui nunca foi falar sobre minha vida pessoal nem simplesmente postar curiosidades, mas fazer reflexões inteligentes e interessantes sobre a fantástica ciência que existe por trás de fatos aparentemente banais com os quais nos deparamos no nosso dia a dia. E isso certamente vai continuar.

Um grande abraço a todos, e até a próxima.

Herton Escobar