Isso é grego para você?

Giovanna Montemurro

28 Julho 2011 | 13h57

 

Já sonhou em saber mais sobre a papirologia? A internet agora pode te ajudar com isso também. O projeto Ancient Lives, da Universidade de Oxford em parceria com a Sociedade de Exploração do Egito, disponibiliza o Papiro Oxirrinco online e pede a ajuda de ‘cientistas-cidadãos’ na sua tradução.

Através da interface do projeto até quem não fala grego pode trabalhar, basta identificar os caracteres no papiro e digitar o teclado virtual. O texto formado é enviado para futura avaliação dos cientistas da universidade.

O conjunto de fragmentos que formam o Papiro de Oxirrinco foi encontrado entre 1897 e 1907 por dois pesquisadores de The Queen’s College no que seria o depósito de lixo de uma antiga cidade grega no Egito chamada Oxirrinco. Nestes 11 anos, Bernard Grenfell e Arthur Hunt desenterraram 700 caixas contendo potencialmente 500 mil fragmentos, todos em grego, provenientes da época em que o Egito foi dominado, como explica o site do projeto.

Até hoje, um porcentual muito pequeno desses papiros já foi decifrado, o que incentivou o pedido de ajuda na internet. Os textos incluem literatura, cartas, receitas e até fofocas. Saiba mais sobre o Papiro de Oxirrinco aqui.

Você também pode ajudar a descobrir novos planetas aqui.