21 países fazem acordo contra emissões de gases estufa

Eles pediram ajuda para que países em desenvolvimento reduzam emissões vinculadas ao transporte

Efe,

16 de janeiro de 2009 | 15h40

Os ministros do Transporte de 21 países firmaram nesta sexta-feira, 16, em Tóquio, uma declaração conjunta em que pedem ajuda para que as nações em desenvolvimento reduzam as emissões de gases estufa vinculadas ao transporte.  Veja também: Mundo precisa de 'emissões negativas' de carbono após 2050 Os representantes do G8 (Estados Unidos, Japão, Alemanha, Reino Unido, França, Itália, Canadá e Rússia), Austrália, Coreia do Sul, Índia e a Associação de Nações do Sudoeste Asiático se reuniram durante três dias para esboçar políticas de eficiência energética e desenvolvimento tecnológico.  A China, que havia confirmado sua participação, decidiu não ir, expressando diferenças de opinião com outros países em desenvolvimento sobre o papel que deveriam adotar as nações ricas nas propostas, segundo a agência local Kyodo. O setor do transporte é responsável por 23% do total de CO2 emitido na atmosfera. As medidas são destinadas a promover a criação de veículos mais eficientes. A próxima nomeação ministerial ocorrerá na Itália no mês de dezembro.

Tudo o que sabemos sobre:
aquecimento globaltransportes

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.