Abordagem ambiental influenciou votos

Embora tenha sido marginal durante a campanha presidencial, a agenda ambiental dos candidatos foi considerada por muitos eleitores, segundo uma enquete realizada pela entidade ambientalista WWF-Brasil. Embora não tenha valor científico, já que levou em conta apenas o universo de visitantes do site da organização, a pesquisa mostrou que 95% dos participantes levaram em consideração este tema.No total, 2498 pessoas responderam à enquete, das quais 1656 (66,3%) colocaram a questão ambiental como de fundamental importância na definição do voto. Para 736 internautas (29,5%), a questão influenciaria seu voto, mas junto com outros temas, e 106 (4,2%) disseram que a questão não era suficientemente importante para influenciar o voto.Durante o primeiro turno da campanha presidencial, os quatro candidatos que lideravam as pesquisas - Luiz Inácio Lula da Silva (PT), José Serra (PSDB), Antothy Garotinho (PSB) e Ciro Gomes (PPS) - responderam a um questionário, elaborada pela Agência Estado e pelo WWF-Brasil, mostrando suas posições sobre a área de meio ambiente. O material resultou no especial Presidenciáveis e Meio Ambiente, publicado no portal Estadao.com.br, que trouxe as respostas dos presidenciáveis assim como uma análise das propostas apresentadas.A nova enquete do WWF-Brasil (www.wwf.org.br) traz a pergunta ?Qual o estado do meio ambiente no Brasil hoje, em comparação à situação no início do governo FHC??.

Agencia Estado,

29 de outubro de 2002 | 16h03

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.