Acelerador de partículas LHC sofre blecaute no fim de semana

A máquina passa por uma parada técnica que permite que engenheiros tenham acesso aos 27 km de túneis

estadao.com.br

31 Maio 2010 | 14h03

Técnicos trabalham em túnel do LHC, em imagem de arquivo do Cern. Divulgação

 

O Grande Colisor de Hádrons (LHC, da sigla em inglês) sofreu, no fim de semana, uma pane elétrica possivelmente causada por uma forte tempestade que atingiu a região onde está instalada a máquina, na fronteira entre a Suíça e França.

 

Segundo os cientistas do Cern, o LHC só se recuperou na manhã desta segunda-feira, informa a BBC News.O corte elétrico ocorreu às 23h00 (hora local) de sexta-feira.

 

A máquina passa por uma parada técnica que permite que engenheiros tenham acesso aos 27 km de túneis do complexo científico. De acordo com um porta-voz, a parada já havia sido programada para esta semana.

 

James Gilles, diretor de comunicações do Cern, disse que não haverá raios de partículas no LHC antes de quarta-feira. Nos últimos meses, o s cientistas vêm intensificando as energias aplicadas aos feixes de partículas do colisor.

 

Físicos esperam que, se o curso se mantiver, o equipamento conseguirá em breve atingir um nível onde será possível descobrir novas partículas subatômicas.

 

Um porta-voz destacou que cortes de energia ocorrem periodicamente no colisor. Em novembro, o uso da máquina foi interrompido por um blecaute aparentemente causado por um pedaço de pão derrubado por um pássaro sobre uma conexão elétrica.

Mais conteúdo sobre:
lhccern

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.