Achados novos vírus da família do HIV em caçadores

Dois novos vírus da família do HIV foram descobertos por cientistas em caçadores de primatas em Camarões, na África Central.Cientistas dizem que é importante monitorar de perto a doença nesses caçadores, já que qualquer vírus que eles contraiam de animais pode se espalhar pela comunidade."As descobertas mostram que, longe de serem eventos raros, esses tipos de vírus estão passando ativamente para seres humanos", disse Nathan Wolfe, que coordenou a pesquisa.O estudo, liderado por uma equipe da Johns Hopkins University, foi publicado na revista especializada Proceedings of the National Academy of Sciences.Sem sintomasOs novos vírus identificados nesse estudo vêm de um grupo conhecido como retrovírus.Eles receberam os nomes de HTLV-3 e HTLV-4. Seres humanos já tinham sido infectados anteriormente pelos vírus HTLV-1 e HTLV-2.Na maioria dos casos, a infecção não produz sintomas, mas pode causar problemas neurológicos e até leucemia.A equipe de pesquisadores coletou e examinou amostras de sangue de 900 pessoas que moram em Camarões.Todas as pessoas estudadas relataram algum tipo de exposição a sangue e outros fluidos corporais de primatas, principalmente por intermédio de caça e, em alguns casos, por manterem primatas como animais de estimação.TransmissãoOs novos vírus foram encontrados em dois caçadores.Os cientistas disseram que, nesse estágio, é difícil saber se algum dos dois vírus recém-descobertos pode ser prejudicial a seres humanos ou se pode ser transmitido de uma pessoa para outra.Mas os pesquisadores dizem que seu trabalho mostra claramente que a caça cria a oportunidade para que os vírus ultrapassem a barreira das espécies."A colaboração com caçadores na África central nos dá o potencial para prever e prevenir o aparecimento de doenças", disse Wolfe.

Agencia Estado,

18 de maio de 2005 | 10h06

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.