<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=1659995760901982&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">

Acordo regula uso de dados sobre genoma do café

A Embrapa assinou um contrato de cooperação com a Fundação de Amparo a Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp) e o Fórum Permanente das Relações Universidade Empresa (Instituto Uniemp) para o lançamento do Projeto Genoma do Café. O contrato, assinado na terça, vai regulamentar o uso dos dados. De acordo com a Embrapa, o banco de dados poderá ser acessado gratuitamente por seis instituições públicas de ensino e pesquisa sem fins lucrativos ligadas à Fapesp e por 17 órgãos e instituições do Consórcio Brasileiro de Pesquisa e Desenvolvimento do Café. Após dois anos, outras órgãos terão acesso à base de dados mediante o pagamento de royalties. O projeto teve custo total de R$ 6 milhões. Só o Ministério da Agricultura bancou R$ 1,92 milhão; a Fapesp investiu R$ 480 mil. O seqüenciamento do genoma do café é, de forma resumida, um mapa com as principais características das plantas cafeeiras.

Agencia Estado,

11 de agosto de 2004 | 09h37

Selecione uma opção abaixo para continuar lendo a notícia:
Já é assinante Estadão? Entrar
ou
Não é assinante?
Escolha o melhor plano para você:
Sem compromisso, cancele quando quiser
Digital Básica
R$
0, 99
/ mês
No primeiro mês
R$ 9,90/mês a partir do segundo mês
  • Portal Estadão.
  • Aplicativo sem propaganda.
Digital Completa
R$
1, 90
/ mês
No primeiro mês
R$ 19,90/mês a partir do segundo mês
Benefícios Digital Básica +
  • Acervo Estadão 146 anos de história.
  • Réplica digital do jornal impresso.
Impresso + Digital
R$
22, 90
/ mês
No primeiro ano
R$ 56,90/mês a partir do segundo ano
Benefícios Digital Completa +
  • Jornal impresso aos finais de semana.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.