Adolescente morre no Japão após ingerir Tamiflu

O Ministério da Saúde do Japão vai explicar neste sábado o caso da morte de um adolescente que sofreu alucinações após ingerir o medicamento Tamiflu, informa a imprensa local. O fármaco, produzido pela empresa suíça Roche, pode ser eficiente diante de uma possível pandemia (epidemia generalizada) da gripe aviária, provocada por uma possível mutação do vírus H5N1,que permitiria a transmissão de pessoa paraPessoa. O órgão assegura que a conduta anormal produzida pela droga antiviral pode levar a acidentes fatais. O governo japonês anunciou recentemente um plano para aumentar as reservas do medicamento, usado também contra a gripe convencional. Segundo o jornal Mainichi, o médico Rokuro Hama, diretor de um instituto de supervisão de fármacos, com sede em Osaka, foi consultado pelas famílias de dois adolescentes que sofreram perturbações mentais e morreram após ingerir o Tamiflu. Nenhum dos dois jovens tinha históricos de distúrbios mentais.Em fevereiro de 2004, um jovem de 17 anos pulou em frente a um caminhão e morreu atropelado, após tomar uma cápsula de Tamiflu, remédio vendido no Japão somente com receita médica. O Tamiflu no Japão traz um aviso advertindo sobre efeitos secundários como "conduta anormal" e "alucinações".Contaminação em porcos - O governo da província central de Hunan, na China, negou que tenha sido detectado o vírus letal H5N1 da gripeaviária em porcos, o que significaria um passo intermediário para o desenvolvimento da doença em humanos, informou hoje o diário China Daily. "Notícias recentes sobre o vírus da gripe aviária ter sido detectado em porcos são infundadas e nãocontam com provas científicas", declarou Qiu Bogen, responsável do escritório veterinário da província de Hunan.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.