África, Ásia e Oceania assistem a eclipse parcial do Sol

Eclipse anular só pôde ser observado numa estreita faixa do Pacífico; eclipse parcial, em três continentes

Associated Press,

26 Janeiro 2009 | 13h48

Os indonésios foram um dos poucos povos a testemunhar o eclipse anular do Sol que ocorreu nesta segunda-feira, 26. Eclipses anulares ocorrem quando a Lua bloqueia quase toda a face do Sol, deixando um anel de luz solar à mostra.   Com exceção dos  habitantes das ilhas da Indonésia, apenas a população de um pequeno arquipélago do Pacífico Sul, chamado Cocos, puderam ver o eclipse anular, fenômeno que ocorre cerca de 66 vezes a cada século e que sempre se restringe a uma pequena faixa da superfície terrestre.    Lua bloqueia parte da face do Sol sobre o porto de Manila, nas Filipinas. Foto: AP   Já o eclipse parcial - com a Lua ocultando de 1% a 84% do diâmetro do Sol - foi visível no sul da África, sudeste da Índia e oeste da Austrália. Sequência de imagens do eclipse como visto em Bandar Lampung, na Indonésia. Foto: Reuters Centenas de pessoas foram às ruas em Samarinda, capital da província indonésia de Kalimantan Oriental, onde mais de 90% do disco solar foi encoberto pela Lua. Alguns ignoraram os avisos e olharam diretamente para o fenômeno.   Crianças usam óculos especiais para observar o eclipse na África do Sul. Foto: AP

Mais conteúdo sobre:
eclipseastronomiaindonésia

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.