Divulgação/NASA
Divulgação/NASA

Agência europeia anuncia lançamento de outro cargueiro à ISS

Operação faz parte de um acordo entre a ESA e a Rússia, que envolve ainda uma simulação de viagem à Marte

Efe,

26 Janeiro 2010 | 13h04

A Agência Espacial Europeia (ESA) anunciou nesta terça-feira, 26, em Moscou que o segundo cargueiro da série "ATV" partirá rumo à Estação Espacial Internacional (ISS) em novembro deste ano.

 

Veja também:

linkNasa pode patrocinar projetos espaciais privados

linkNasa continua sem receber sinais da sonda Phoenix em Marte

 

"Devemos lançar em novembro de 2010, como parte da cooperação com a Rússia, o segundo cargueiro europeu 'ATV' com destino à ISS", assinalou René Pischel, representante da ESA na capital russa.

 

O primeiro veículo espacial europeu, o "Julio Verne", foi lançado em 9 de março de 2008 da base de Kuru, na Guiana francesa, e se acoplou à plataforma orbital em 3 de abril, onde permaneceu por cinco meses.

 

Pischel disse que, como parte dessa colaboração, em meados de 2010 está previsto que comece o simulacro de um voo a Marte, no qual seis voluntários, dois deles europeus, permanecerão em um módulo isolados do mundo durante quase um ano e meio. O período é praticamente o tempo da viagem de ida e volta ao planeta.

 

"Esperamos que o projeto 'Marte-500' comece em meados deste ano no Instituto de Problemas Biomédicos da Rússia. Dois de nossos voluntários europeus participarão do experimento, que durará 520 dias", lembrou.

 

Para este ano está previsto, além disso, o lançamento de um foguete portador russo "Soyuz-ST" da base de Kuru, como indicou o representante da ESA, segundo a agência de notícias "RIA Novosti".

 

"Todos os países da Agência Espacial Europeia saem beneficiados da cooperação com a Rússia. Além disso, pensamos que dentro de alguns meses tomaremos uma decisão junto com Rússia e Estados Unidos sobre o prolongamento do uso da ISS até 2020", explicou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.