Agência russa tem fila de passageiros para o espaço

Os astronautas e os turistas espaciais terão de fazer fila para viajar à Estação Espacial Internacional (ISS) a bordo de naves russas, anunciou nesta sexta-feira Anatoli Perminov, diretor da Roscosmos, a agência espacial russa."A julgar por tudo, em 2006 haverá fila para viajar à ISS e teremos de encomendar naves espaciais extras", disse Perminov à agência Itar-Tass.O diretor explicou que o programa de vôos da agência espacial russa prevê a inclusão de um estrangeiro, seja astronauta ou turista, nas tripulações de cada uma das naves russas Soyuz.O primeiro estrangeiro a viajar à ISS em 2006 será o astronauta brasileiro Marcos César Pontes, que no meio do ano acompanhará aos membros da 13.ª expedição, o russo Pavel Vinogradov e o americano Jeffrey Williams.Em 2007 e em 2008 viajarão ao espaço representantes da Malásia e Coréia do Sul, já que estes dois países e a Rússia assinaram contratos de cooperação espacial, disse Perminov.Na opinião do diretor da Roscosmos, os vôos à ISS das naves americanas serão retomados, "na melhor das hipóteses, em maio de 2006, não antes disso"."A Rússia continuará assegurando os vôos à ISS com seus próprios recursos", assegurou Perminov, acrescentando que antes do fim do ano terminará a composição do programa russo-americano de vôos à ISS em 2006.A previsão é de que "uma das três poltronas das naves Soyuz seja reservada a astronautas americanos", disse o diretor da agência, que não quis revelar quanto a Nasa pagará pela participação nessas expedições.

Agencia Estado,

23 de dezembro de 2005 | 13h41

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.