Águas superficiais do Pacífico estão mais quentes

A temperatura das águas na superfície da zona central do Oceano Pacífico registra um aumento significativo que poderia se manter nos próximos meses, mas existem poucas probabilidades de aparição do fenômeno El Niño, segundo informa a Organização Meteorológica Mundial (OMM)."Embora nos próximos meses seja improvável uma evolução rápida para o El Niño ou La Niña, esta época do ano é favorável para transformações súbitas" do clima, afirma o organismo especializado da ONU.A temperatura na superfície marinha no centro do Pacífico equatorial registrou nos últimos meses de 2004 e primeiros de 2005 uma "anomalia positiva de 1 grau centígrado" acima do habitual.O fenômeno El Niño se caracteriza por um aumento anormal da temperatura da superfície do Pacífico equatorial de 4 a 5 graus centígrados,o que origina prolongadas e intensas chuvas que afetam principalmente áreas costeiras de alguns países da América do Sul e da zona australe asiática.Os especialistas da OMM informam em comunicado que as projeções efetuadas com base em modelos e a opinião de especialistas mostram que "as condições atuais no Pacífico são essencialmente neutras" pelo fato de que até agora a variação da temperatura foi baixa.No entanto, não descartam totalmente que nos próximos meses haja um reaquecimento adicional.  mudanças climáticas

Agencia Estado,

20 de abril de 2005 | 14h30

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.