Al Gore pede fim de diferenças partidárias contra aquecimento

Ex-vice presidente descreveu a lei como 'uma das legislações mais importantes já apresentadas ao Congresso'

AP,

24 de abril de 2009 | 16h22

O ex-vice-presidente norte-americano Al Gore, líder no país contra o aquecimento global, pediu que os congressistas superem diferenças partidárias e ajam para reduzir a emissão de gases estufa.

 

Veja também:

especialEntenda as negociações do novo acordo sobre mudança climática

especialEspecial: Quiz: você tem uma vida sustentável? 

especialEspecial: Evolução das emissões de carbono  

especialEspecial: As ações diárias que salvam o planeta 

linkEquipe de Obama apoia lei contra emissões de CO2

linkAgência ambiental dos EUA decide que CO2 é perigo à saúde

linkGoverno Obama estuda opções radicais contra o efeito estufa

 

Gore disse ao Congresso que a lei proposta pelo Partido Democrata, que limitaria a quantidade de emissão de dióxido de carbono e outros poluentes ligados à mudança climática, vai resolver simultaneamente problemas do clima, da economia e de segurança nacional.

 

"Nós estamos, juntamente com o resto da humanidade, enfrentando a ameaça da crise climática", disse Gore, que argumentou que o Congresso deve agir para "restaurar a liderança da América e começar, finalmente, a resolver a crise climática." Ele disse estar preocupado que a falha dos Estados Unidos em agir possa levar a um "colapso em câmera lenta" das negociações internacionais para o clima.

 

Gore, que ganhou um prêmio Nobel por seu trabalho sobre o aquecimento global, tem falado sobre a necessidade de lidar com o clima há mais de 12 anos. O ex-vice-presidente descreveu a lei como "uma das legislações mais importantes já apresentadas ao Congresso."

 

O apoio de Al Gore vem três dias depois das audiências em que especialistas, republicanos e democratas moderados expressaram receios de que a lei leve a um aumento dos custos da energia.

 

Gore rejeitou que haja qualquer conflito entre lidar com o aquecimento global e manter a estabilidade econômica. Ele também pediu que a lei inclua provisões para proteger as pessoas que percam seus empregos na indústria energética ou com os aumentos nas contas de eletricidade.

Tudo o que sabemos sobre:
aquecimento globalEUAAl Gore

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.