Alemanha decreta confinamento de aves de criação

As autoridades sanitárias da Alemanha decidiram nesta quarta-feira obrigar que todas as aves de criação sejam colocadas em lugar fechado, como medida de prevenção contra a gripe aviária.O encerramento das aves de criação terá caráter obrigatório em todo o território alemão, a partir do próximo sábado, até pelo menos 15 de dezembro.Segundo um comunicado do ministro da Agricultura interino, Jürgen Trittin, entre a Rússia européia e a Alemanha há uma rota direta para as aves migratórias. O movimento migratório durará até meados de dezembro, e o objetivo é evitar um contato entre estas e as aves de criação.Foco da doençaA ordem foi dada depois que o Laboratório Nacional de Gripe Aviária da Rússia confirmar hoje o primeiro foco desta doença na região de Tula, que fica na parte européia da Rússia.Segundo o Serviço de Controle Fitosanitário e Veterinário da Rússia, "a presença de antígenos e material genético do vírus da classe H5N1 - a única cepa que pode ser letal para o homem - foi detectada em várias amostras extraídas de uma fazenda particular na região de Tula".A aldeia de Yandovka, em Tula, onde foram registradas as primeiras mortes maciças de galinhas, patos e gansos, em 14 de outubro, fica a cerca de 300 quilômetros ao sul de Moscou.VacinaDentro do pacote de medidas para responder a uma eventual mutação do vírus da gripe aviária - em uma variante que poderia ser transmitida entre pessoas -, o governo alemão e a indústria farmacêutica chegaram a um acordo para o desenvolvimento de um protótipo de vacina.Há previsão de produzir 80 milhões de doses do protótipo, e para isso o governo federal alemão investirá ¢ 20 milhões no projeto.

Agencia Estado,

19 de outubro de 2005 | 15h10

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.