Algumas células da medula podem causar câncer de mama

Um hospital universitário alemão informou nesta quinta-feira que seus pesquisadores descobriram uma forma de detectar células cancerosas latentes na medula espinhal e que podem servir como um sinal de alerta precoce em casos de câncer de mama.O hospital de Hamburgo-Eppendorf informou que os cientistas desenvolveram uma técnica que os capacita a ver células malignas com potencial para causar uma recidiva em pacientes de câncer de mama na fase mais branda.As mulheres que têm tais células em sua medula correm um risco muito maior de voltar a desenvolver a doença, informou a universidade.A descoberta, publicada nesta quinta-feira no "New England Medical Journal", nos Estados Unidos, é resultado de 10 anos de pesquisas, durante os quais mais de quatro mil pacientes foram estudadas.A técnica poderá se tornar amplamente usada em três anos e, um dia, poderá auxiliar a prevenir cânceres de pulmão, próstata, estômago e intestino.

Agencia Estado,

25 de agosto de 2005 | 17h40

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.