Altura da órbita da ISS é elevada um dia antes da Soyuz retornar à Terra

Volta da nave está marcada para o próximo dia 25 de novembro

Efe

16 Novembro 2010 | 11h12

MOSCOU - A altura da órbita da Estação Espacial Internacional (ISS) será elevada no próximo dia 25, um dia antes do retornar à Terra da Soyuz TMA-19, disse nesta terça-feira, 16, um porta-voz da indústria espacial russa.

 

"Segundo dados preliminares, no 25 de novembro, às 08h03, horário de Moscou (03.05 GMT), os motores de encaixe e orientação do cargueiro Progress M-07M, acoplado ao módulo Zvezda, começarão a trabalhar para elevar a altura média da órbita da ISS em cerca de 1,5 milhas ", disse ele.

 

A manobra será realizada um dia antes do lançamento da plataforma e do desembarque da nave espacial pilotada Soyuz TMA-19, a bordo do qual viajam o cosmonauta russo Fiodor Yurchijin e astronautas americanos Shannon Walker e Douglas Wheelock.

 

O porta-voz disse à agência Interfax que a correção é para garantir condições ótimas para o encaixe da Soyuz TMA-20, cujo lançamento a partir do Cosmódromo de Baikonur, no Casaquistão está prevista para 15 de dezembro, ao laboratório em órbita.

 

A nave será encarregada de transferir para a ISS o cosmonauta russo Dmitri Kondratiev, o italiano Paolo Nespoli e o americano Catherine Coleman.

Mais conteúdo sobre:
ISS Soyuz altura orbital Rússia

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.