Ambientalistas pressionam Senado para votar projeto de florestas

Diante do risco de adiamento da votação do projeto de lei de gestão de florestas públicas, ambientalistas participaram nesta quarta-feira de um encontro com o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), para reivindicar a análise da proposta antes do recesso de fim de ano.Na conversa, o senador disse apoiar a proposta, mas afirmou que não teria como garantir que a votação fosse concluída até o fim do ano. Segundo ele, o projeto, que tramita em regime de urgência, estava na pauta desta quarta do Senado. "Mas a decisão de votar cabe aos senadores", admitiu Renan.O projeto autoriza a concessão pública para exploração de áreas de floresta por empresas e pequenos produtores. O projeto é considerado prioritário pela ministra do Meio Ambiente, Marina Silva, para combater a exploração ilegal de madeiras da Amazônia, uma das grandes causas do desmatamento.Segundo o Ministério do Meio Ambiente, a concessão pública só será autorizada mediante condições de proteção de parte da área a ser explorada pelas empresas ou pequenos produtores.

Agencia Estado,

14 de dezembro de 2005 | 23h02

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.