Ambientalistas protestam contra Angra III no ministério

Integrantes do movimento ambientalista Greenpeace ocuparam a entrada do Ministério de Minas e Energia, nesta tarde, protestando contra a construção da Usina Nuclear Angra III.O assunto está na pauta da reunião do Conselho Nacional de Política Energética (CNPE), que se reúne no ministério, e deve avaliar um relatório sobre a viabilidade ambiental e estratégia da usina.O coordenador da campanha de energia do Greenpeace, Sérgio Dialetachi, disse durante a manifestação que uma pesquisa revelou a desaprovação popular ao projeto. A pesquisa, disse ele, foi feita pelo Instituto de Estudos da Religião do Rio de Janeiro e apurou que 82% dos entrevistados são contra a construção de Angra III.Segundo ele a consulta foi feita no ano passado, nas cidades do Rio de Janeiro, São Paulo, Brasília, Porto Alegre, Belém e Recife e ouviu 2.300 pessoas. A maioria dos entrevistados contra a construção da usina justifica que tem medo do perigo que pode representar uma usina nuclear e manifesta também preocupação com os altos custos da obra.O Greenpeace reclama também que desde que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva tomou posse, o governo ainda não indicou um dos três representantes da sociedade civil no CNPE.A sociedade civil, segundo Dialetachi tem um representante dos Estados, outro das universidades, mas a vaga representativa das ONGs e dos movimentos sociais está vazia.

Agencia Estado,

13 de abril de 2005 | 15h20

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.