Anglicanos aprovam participação de mulheres no episcopado

Decisão permite mulheres mas ainda assim acomoda oponentes tradicionatitas para evitar êxodo

Reuters

07 de julho de 2008 | 20h40

A Igreja Anglicana confirmou nesta segunda-feira, 7, que vai ordenar mulheres para bispo mas também aprovou medidas para acomodar os oponentes tradicionalistas.  Depois de seis horas de debate sobre a direção a ser tomada pela igreja de 450 anos, a solução conseguida foi o típico meio termo para impedir um êxodo de oponentes.  "As opções nos dois extremos foram abandonadas", disse um oficial. "Não é uma rejeição de nenhuma das duas." A reunião aconteceu na cidade de York, no norte da Inglaterra, e rejeitou propostas dos tradicionalistas que queriam criar uma equipe de "super bispos" para corresponder às necessidades das paróquias que não aceitassem sacerdotisas.  Ao invés disso, eles preferiram optar por um código nacional da pratica religiosa que acomodasse as objeções. Mas ele não enunciou quais seriam as salvaguardas específicas para oferecidas. O arcebispo de Canterbury, Rowan Williams, já batalha para evitar uma divisão mundial da igreja sobre clérigos gays, disse: "Eu vejo isso da posição de alguém que está comprometido com a ordenação de mulheres para o episcopado." "Estou profundamente infeliz com qualquer esquema ou solução que termine humilhando mulheres que possam ser nomeadas ao episcopado."  Anglicanos no Canadá, Estados Unidos e Nova Zelândia já têm mulheres no episcopado.  Uma a cada párocos são mulheres e, mais de uma década depois de serem inicialmente ordenadas, liberais dizem estarem insultados por não aceitarem mulheres em posição de poder.  Tradicionalistas dizem que os apóstolos de Jesus eram todos homens, não há precedentes de mulheres como bispo.  Mas sua adoção na hierarquia anglicana ainda envolve um longo e complexo processo.  Se o meio termo ganhar total aceitação nas próximas reuniões da igreja marcadas para 2012, Williams pode um dia ser sucedido por uma mulher como líder espiritual dos 77 milhões de anglicanos do mundo.

Tudo o que sabemos sobre:
religião

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.