ANS autoriza reajuste para planos antigos

A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) informou o índice máximo de reajuste para planos de assistência médica individuais anteriores à lei n.º 9.656/98. A decisão afeta cinco operadoras que têm termos de compromisso sobre cláusulas de reajuste. As seguradoras especializadas em saúde Sul América, Bradesco Saúde e Itaúseg Saúde poderão aplicar um índice de até 10,91%. As operadoras de medicina de grupo Amil e Golden Cross poderão reajustar seus contratos em até 7,30%.

, O Estado de S.Paulo

31 Julho 2010 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.