Anvisa prorroga prazo para adequar lixo hospitalar

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) prorrogou para 15 de julho o prazo para hospitais, clínicas, consultórios, laboratórios e outras unidades de saúde adaptarem seus sistemas de gerenciamento do lixo hospitalar. O prazo original venceu na última sexta-feira, dia 5.O Ministério da Saúde informou que a Resolução nº 36 - publicada no Diário Oficial da União -, determinando o adiamento, acompanha a Resolução nº 283/01 do Conselho Nacional de Meio Ambiente (Conama), que estabeleceu o novo prazo.A partir de 15 de julho, serão punidas as unidades de saúde que descumprirem as exigências de manejo, trato, acondicionamento e transporte do lixo gerado, desde o momento da produção até o destino final (aterramento, radiação, incineração). As multas vão variar de R$ 2 mil a R$ 1,5 milhão. Profissionais das prestadoras de serviço de limpeza terão de ser treinados.

Agencia Estado,

08 de março de 2004 | 13h04

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.