Aquecimento global leva inseto de clima quente a Londres

Cientistas britânicos descobriram recentemente que percevejos típicos de clima quente estão fixando colônias em Londres. Eles encararam o fato como um indício do aquecimento global. Não se conhecia a reprodução desse inseto em locais frios da Inglaterra, disse Max Barclay, curador do Museu de História Natural de Londres.O percevejo, que libera um forte odor quando se sente ameaçado e é conhecido por ser capaz de destruir plantações, é natural de áreas com clima quente na América do Norte, América do Sul e África. ? Um livro na Inglaterra, escrito em 1959, apontou que o clima era muito frio para que eles sobrevivessem?, disse Barclay.Três colônias reprodutivas foram encontradas no país, o que é ?uma clara prova de que o clima mudou nos últimos 50 anos, particularmente nos últimos três ou quatro?, disse.Outro indício do aquecimento global é a concentração de gases do efeito estufa, que está no nível mais elevado dos últimos 440 mil anos. Isso pode trazer mudanças climáticas inesperadas, disseram cientistas na revsita Nature.Segundo estudos baseados em amostras de três quilômetros de profundidade do gelo da Antártida, a previsão para os próximos 15 mil anos é de tempo quente e estável.

Agencia Estado,

12 de agosto de 2004 | 13h30

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.