Ar vaza da Estação Espacial Internacional

A Estação Espacial Internacional vem sofrendo com uma queda lenta e contínua da pressão do ar. Técnicos russos e americanos investigam as possíveis causas do vazamento.O Controle de Missão alertou o astronauta Michael Foale e o cosmonauta Alexander Kaleri na tarde de segunda-feira. ?Não há nada para vocês fazerem e nada com que se preocupar?, disse o Controle. ?Continuaremos a investigar isso e talvez tenhamos alguma ação para recomendar amanhã?. Pouco de pois, Foale avisou que os dois haviam feito algumas checagens por conta própria, mas sem encontrar nada.O Controle de Missão notou o vazamento pela primeira vez em 1º de janeiro. Os dados dão conta de uma perda diária de pressão da ordem de 2 milímetros de mercúrio - a pressão na Terra, ao nível do mar, é da ordem de 760 milímetros, a mesma mantida no interior da estação.Em novembro de 2003, Foale e Kaleri haviam informado sobre um ruído alto ouvido na estação, como uma folha solta de metal. No entanto, a Nasa considera improvável que o vazamento e o barulho estejam ligados. Os dois estão no terceiro mês de uma missão de seis meses na estação. Eles devem voltar para a Terra em abril, numa cápsula russa.

Agencia Estado,

06 de janeiro de 2004 | 13h52

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.