Área de proteção Capivari-Monos já tem conselheiros

Os 20 membros do conselho gestor da Área de Proteção Ambiental (APA) Capivari-Monos ? composto por representantes do poder público e da sociedade civil ? e seus suplentes tomaram posse ontem no auditório da Subprefeitura da Capela do Socorro. ?Conter as ocupações irregulares, atuando de maneira preventiva, adotar medidas de recuperação ambiental, promover o uso sustentável dos recursos naturais e fazer a fiscalização são alguns dos nossos objetivos?, destacou a secretária-executiva do conselho da APA, Maria Lucia Ramos Bellenzani. A exploração do ecoturismo ou turismo rural, com a revitalização da estação de trem de Evangelista de Souza, e a promoção do desenvolvimento sustentável estão entre as idéias para se obter recursos para uma região extremamente pobre. ?Como se trata de uma área de refúgio da fauna, é necessário ter cuidado para explorar o turismo, pois uma trilha pode influenciar a reprodução de animais?, destacou Maria Lucia. Para os conselheiros, o grande desafio está em montar uma política de desenvolvimento sustentável para a região. A APA Capivari-Monos foi criada em 2001. Está localizada no extremo sul da cidade, com 251 quilômetros quadrados na divisa entre São Paulo e Itanhaém. A área corresponde a 160 Parques do Ibirapuera, é o último grande remanescente da mata atlântica do Município e abriga três aldeias indígenas guaranis.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.