Arqueólogos encontram mais de 50 múmias

Arqueólogos franceses e egípcios anunciaram a descoberta de mais de 50 múmias enterradas em valas profundas em Saqqara, 25 km ao sul do Cairo, principal cemitério usado pela cidade próxima de Mênfis. As múmias são datadas do primeiro milênio antes de Cristo.Algumas delas, envoltas em linho e sepultadas em sarcófagos de pedra ou madeira, estão em excelente estado de conservação.De acordo com o diretor do Conselho Supremo de Antiguidades do Egito, Zahi Hawass, os antigos egípcios usaram a rede escavada de valas e corredores por vários séculos, da 26.ª dinastia (664-525 a.C.) até o período ptolomaico, que terminou com a morte de Cleópatra, em 30 a.C."É um labirinto de corredores com múmias por todos os lados, à direita e à esquerda, acima e abaixo. Não havia mais espaço, então eles colocavam os caixões nas paredes, cavavam outra vala ou punham uma múmia sobre outra", disse Hawass.

Agencia Estado,

27 de abril de 2004 | 10h15

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.