Asteróide passa hoje a pequena distância da Terra

Um asteróide de 30 metros de diâmetropassa nesta quinta-feira a apenas 42,6 mil km da superfície daTerra, a menor distância já registrada pelos astrônomos para umobjeto com estas características. Não há qualquer risco decolisão com o planeta e, mesmo que houvesse, o asteróide seriadesintegrado pelo atrito com a atmosfera e causaria poucos danos conforme Paul Chodas, do departamento da Nasa para objetospróximos da Terra. Denominado 2004 FH, o asteróide só será visto com uso detelescópios ou, pelo menos, binóculos potentes. O sul da Áfricaserá privilegiado na observação. Por volta das 20h00 de Brasíliao objeto estará no ponto máximo de aproximação, no sul do OceanoAtlântico. Sua trajetória permitirá boas observações em quasetodo o Hemisfério Sul, parte da Europa e Ásia.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.