Asteróide tem maior aproximação da Terra nesta 4.ª feira

O asteróide Toutatis, de 4,9 km comprimento por 2,4 km de largura e mais 1,9 km de espessura, faz sua maior aproximação da Terra nesta quarta-feira. Passará a cerca de 1,55 milhão de quilômetros, uma bagatela em termos espaciais. A distância é pouco mais que quatro vezes a que separa nosso planeta da Lua.O fenômeno é especial por dois outros motivos: Toutatis não voltará a nos visitar tão de perto até o ano de 2.652. E nenhum outro objeto do Sistema Solar passará a essa distância da Terra pelo menos até 2100.Sua órbita solar de quatro anos descreve uma trajetória que vai desde o cinturão de asteróides, entre Marte e Júpiter, até cruzar com a órbita da Terra, na maior proximidade com o Sol.Para os brasileiros e outros observadores do Hemisfério Sul, Toutatis será um ponto de luminosidade média, localizado entre as constelações de Sagitário e Triângulo Austral.A qualidade de observação, a partir do entardecer, dependerá das condições climáticas e da interferência do brilho da Lua, que está em sua fase cheia.Toutatis era o deus gaulês da Terra e dos Povos. Era dele a incumbência de não deixar os céus caírem sobre as cabeças das pessoas.Embora de nome sugestivo, especialistas garantem que não há motivos para quem está vivo se preocupar: o asteróide tem sua órbita calculada para algumas centenas de anos, e não há possibilidade de choque com a Terra.

Agencia Estado,

28 de setembro de 2004 | 23h50

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.