Astronauta 'fotógrafo' registra imagens da Terra antes de deixar a ISS

Soichi Noguchi ganhou fama ao postar fotografias no Twitter tiradas da Estação Espacial

estadão.com.br

02 Junho 2010 | 14h27

SÃO PAULO - Após missão de seis meses na Estação Espacial Internacional (ISS, da sigla em inglês), o astronauta japonês Soichi Noguchi retornou à Terra nesta quarta-feira, 2, para tristeza de milhares de internautas. Noguchi ganhou notoriedade na rede mundial de computadores ao postar no Twitter belas imagens da Terra registradas da ISS.

 

Tempestade atinge a região do Caribe

 

Veja também:

linkBrasília e Rio Amazonas são fotografados por astronauta na ISS  

linkAstronauta posta no Twitter foto do Rio tirada da Estação Espacial

linkAstronauta exibe pelo Twitter foto do encontro dos rios Negro e Solimões

mais imagens Veja mais fotos tiradas do espaço por Soichi Noguchi

 

Noguchi aterrissou na Terra a bordo do módulo espacial Soyuz TMA-17 junto com o astronauta norte-americano T.J. Creamer e o cosmonauta russo Oleg Kotov.

 

A capital russa Moscou durante a noite

 

Noguchi postou no Twitter imagens de diversos pontos da Terra, inclusive do Brasil, como o encontro dos rios Negro e Solimões, da capital federal Brasília e do Rio de Janeiro.

 

Noguchi registrou diversas imagens de seu país natal, como esta do Monte Fuji

 

O astronauta japonês postava imagens de cidades e desafiava os internautas a descobrirem a identidade delas.

 

Mancha de óleo que atingiu a costa dos Estados Unidos

 

Além de responder aos comentários, Noguchi atendia a diversos pedidos dos internautas, fotografando suas cidades e países.

 

Fenômeno da aurora boreal sobre a América do Norte

 

Nos próximos dias, Noguchi deverá retornar ao Japão, onde se apresentará à Agência Japonesa de Exploração Espacial (Jaxa, da sigla em japonês).

 

"Bye bye" - Noguchi se despede na ISS antes da viagem de volta à Terra

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.