Astronauta levará pedaço da macieira de Isaac Newton ao espaço

Lasca de 12 centímetros voará como parte de comemoração da Royal Society de Londres

Associated Press

07 de maio de 2010 | 17h36

A famosa macieira de Isaac Newton está prestes a deixar a gravidade para trás. A bordo do ônibus espacial Atlantis, na semana que vem, decolará uma lasca de 12 centímetros da árvore que derrubou a maçã que, há 350 anos, inspirou a descoberta da lei da gravidade. O astronauta Piers Sellers, nascido no Reino Unido e naturalizado americano, levará o pedaço de madeira, a pedido da Royal Society.

 

"Eu a levarei até a órbita e a deixarei flutuar um pouco, o que deve confundir Isaac", disse Sellers. Quando o astronauta foi ao espaço pela última vez, em 2006, ele levou uma medalha de ouro que depois foi entregue ao físico Stephen Hawking.

 

A lasca de madeira da macieira de Newton que  royal Society ofereceu a Sellers agora é "DAQUELA macieira, para a qual ele estava olhando quando a maçã caiu", afirmou Sellers. Segundo ele, o presidente da sociedade lhe garantiu a autenticidade da peça.

 

A Royal Society, a academia nacional de ciências do Reino Unido, celebra seus 350 anos neste ano. Como parte das celebrações, a sociedade disponibilizou, em janeiro, o documento do século 18 no qual Newton relata sua experiência com a maçã, ocorrida nas últimas décadas do século 17.

 

Eis o que William Stukeley escreveu, de acordo com o relato que ouviu de Newton:

 

"Foi provocado pela queda de uma maçã, enquanto ele estava sentado em espírito contemplativo. Por que deveria a maçã descer sempre perpendicularmente ao chão, pensou ele consigo... Por que não ir para o lado, ou para cima? Mas constantemente para o centro da Terra? Certamente, a razão é, que a Terra atrai. Deve haver um poder de atração na matéria".

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.