Astronautas concluem operação no Hubble

Dois astronautas realizaram uma caminhada espacial nesta quarta-feira e concluíram com sucesso a mais arriscada "cirurgia" feita até hoje no telescópio espacial Hubble: substituíram a unidade de fornecimento de energia, algo semelhante a um transplante de coração.A operação exigia que, pela primeira vez desde que entrou em órbita, o Hubble fosse totalmente desativado, o que assustava alguns especialistas e estudiosos."Pela primeira vez desde 24 de abril de 1990 o Hubble estásem pulsação", informou o Cotrole de Missão da agência espacial norte-americana, conhecida como Nasa, por sua sigla em inglês.Porém, depois de passar quatro horas e 25 minutos desligada, a unidade de fornecimento de energia do telescópio espacial foi ligada e, para alívio de todos, passou pelos testes iniciais."Um comunicado pós-operatório: temos pulsação", relatou oControle de Missão aos astronautas. Minutos depois, a energia se espalhava por outros sistemas do Hubble.A caminhada, a terceira em poucos dias para a tripulação doônibus espacial Columbia, começou atrasada por causa deproblemas com um traje espacial. O traje do astronauta JohnGrunsfeld estava molhado e ele precisou trocá-lo por um seco. Esse tipo de acontecimento é incomum e, por enquanto, inexplicável.

Agencia Estado,

06 de março de 2002 | 18h06

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.