Astronautas do Endeavour iniciam última caminhada espacial

Equipe espera terminar o trabalho de reforma sem precedentes que começaram há uma semana na ISS

AP

24 de novembro de 2008 | 18h50

Astronautas saíram para a última caminhada espacial da missão atual do ônibus espacial Endeavour nesta segunda-feira, 24, para terminar o trabalho de reforma sem precedentes que começaram há uma semana na Estação Espacial Internacional (ISS). Veja também:Astronautas da ISS concluem segunda caminhada espacialRoscosmos diz que há condições de prolongar vida útil da ISSEstação espacial internacional, a ISS, faz dez anosAstronauta perde a bolsa no espaçoEndeavour se acopla à ISS em missão para ampliar complexoUrina purificada servirá de água potável para astronautas Os astronautas Stephen Bowen e Shane Kimbrough esperam terminar de desemperrar a junta rotativa de um painel solar e, como precaução, colocar mais graxa na outra, que está funcionando bem. Pouco antes dessa última caminhada espacial, a Nasa anunciou que acrescentou um 16° dia à missão do Endeavour. O objetivo era dar mais tempo para os astronautas consertarem a máquina que deve transformar urina em água potável. O equipamento de reciclagem de água de US$ 154 milhões foi entregue pela Endeavour, juntamente com outros artigos de reforma para a expansão do espaço da ISS. Essa caminhada espacial é a quarta dos astronautas da Endeavour. Nem tudo foi feito durante a última, então Bowen e Kimbrough terão que fazer o trabalho que sobrou também. A junta rotativa do lado direito já não funciona direito há mais de um ano, fazendo com que os painéis solares daquele lado não se voltem automaticamente para o Sol. Praticamente toda a sujeira de graxa já foi limpa nas primeiras três caminhadas e novos rolamentos foram instalados. Bowen e Kimbrough planejam terminar o trabalho nesta segunda-feira, 24. Se tudo correr bem, o primeiro teste poderá ocorrer na terça-feira, 25.

Tudo o que sabemos sobre:
ISSciênciaespaçoEndeavour

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.