Astronautas fazem caminhada espacial para remover explosivo

Em missão arriscada, dois cosmonuatas russos vão extrair as travas explosivas de uma nave Soyuz

Da Redação,

10 de julho de 2008 | 16h08

O comandante da Estação Espacial Internacional (ISS), Sergei Volkov, e o astronauta Oleg Kononenko iniciaram uma caminhada espacial pouco antes das 16h (hora de Brasília) para inspecionar e remover uma trava explosiva da nave russa Soyuz TMA-12, que se encontra acoplada à ISS. A trava será enviada à Terra para análise.   A caminhada se dá depois de duas reentradas descontroladas de naves Soyuz à Terra. Em ambas as ocasiões, as naves se desviaram da rota pré-programada e os astronautas a bordo foram submetidos acelerações muito mais altas que as previstas. Engenheiros russos acreditam que um defeito nos explosivos, que atuam para separar dois módulos da nave, é a causa do problema.   A caminhada deve durar seis horas.

Tudo o que sabemos sobre:
isssoyuzestação espacial

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.