Astronautas instalam braço-robô na estação espacial

Os dois astronautas que ocupam a Estação Espacial Internacional (ISS) deixaram seu lar orbital e flutuaram pelo espaço para instalar um braço robótico experimental construído na Alemanha e inspecionar a possível causa de falhas no equipamento de suprimento de ar.Leroy Chiao, o comandante americano, e Salizhan Sharipov, cosmonauta russo, encontraram um material viscoso no equipamento de ventilação e instalaram o braço, resolvendo um problema com uma conexão elétrica do robô pouco antes do final da caminhada espacial. "Tudo perfeito", informou o Comando da Missão. "Bem, graças a Deus", foi a resposta.A caminha espacial foi a primeira com a estação sob o comando de Chiao e Sharipov, que se encontram há três meses no espaço. Por conta da desativação temporária da frota de ônibus espaciais americanos, após o acidente da Columbia, a ISS está limitada a dois astronautas residentes por missão, um a menos que o normal. Como resultado, não havia ninguém para ficar a bordo durante a caminhada espacial para garantir que tudo continuasse em ordem, e a manutenção ficou a cargo dos controladores de vôo na Terra.O braço alemão custou US$ 10 milhões para ser construído. Tem 50,8 cm, dois "cotovelos", duas câmeras e um "dedo" na ponta. Trata-se de um modelo menor e mais simples do robô que engenheiros esperam desenvolver em alguns anos para consertar satélites.

Agencia Estado,

26 de janeiro de 2005 | 19h15

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.