Alexander Nemenov/Pool via REUTERS
Alexander Nemenov/Pool via REUTERS

Astronautas voltam à Terra após seis meses na Estação Espacial Internacional

A cápsula da Soyuz-11 pousou nas estepes do Cazaquistão; integrantes da expedição orbitaram o planeta num total de 3.264 vezes

Redação, O Estado de S.Paulo

25 de junho de 2019 | 12h05

Astronautas dos Estados Unidos, Rússia e Canadá retornaram à Terra nesta terça-feira, 25, concluindo a primeira viagem à Estação Espacial Internacional (ISS). Eles passaram 204 dias no espaço. 

Dois dos astronautas completaram seus voos inaugurais: Anne McClain dos Estados Unidos (Nasa) e David Saint-Jacques do Canadá (Agência Espacial Canadense). O comandante da expedição Oleg Kononenko da Rússia (Roscosmos) terminou sua quarta missão espacial. 

A cápsula da Soyuz-11 chegou à  Terra às 2:48 GMT, pousou nas estepes do Cazaquistão, como era planejado.

Durante a missão, os integrantes da 59ª expedição à ISS orbitaram o planeta num total de 3.264 vezes, cobrindo uma distância de quase 140 milhões de quilômetros. Eles participaram de cinco caminhadas espaciais, duas do programa russo e três do programa americano.

Três membros da tripulação permanecem na plataforma orbital: o russo Aleksey Ovchinin e os americanos Christina Koch e Nick Hague.

Eles se juntarão, se não houver mudanças de última hora, ao cosmonauta russo Alexandr Skvortsov, ao astronauta italiano Luca Parmitano, da Agência Espacial Europeia, e ao americano Andrew Morgan, que voarão para a ISS na Soyuz MS-13, cujo lançamento está previsto para o próximo dia 20 de julho./EFE

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.