Astrônomo canadense descobre órbita secreta de nave militar americana

Segundo a imprensa local, Kevin Fetter descobriu a rota do aparelho de forma acidental

EFE

24 Maio 2010 | 17h06

Ilustração do X-37, versão anterior da nave que está sendo usada pelos militares. Divulgação

 

Um astrônomo amador canadense descobriu a órbita de um projeto secreto das Forças Armadas americanas, o veículo de teste orbital (OTV, na sigla em inglês) X-37B, lançado no dia 22 de abril.

 

 Segundo a imprensa local, Kevin Fetter descobriu a rota do aparelho de forma acidental, enquanto analisava o espaço com seu telescópio para encontrar satélites fora de serviço.

 

Mas o telescópio de Fetter captou durante alguns segundos o voo do X-37B, uma nave de 5,5 toneladas colocado em órbita pelas Forças Armadas dos Estados Unidos sem que sua função tenha sido anunciada.

 

 "Vi por sorte, porque estava apontando para área certa do céu", disse Fetter ao jornal canadense The Globe and Mail.

 

A descoberta de Fetter revela que o X-37B orbita a 410 quilômetros da Terra e que completa uma volta ao planeta a cada 90 minutos.

 

Mas o mais importante é que a nave está em uma órbita de 40 graus, e não de 33 graus como foi especulado a princípio, o que a coloca em uma rota que passa sobre Afeganistão, Paquistão, Coreia do Norte e Iraque, entre outros países.

 

Especialistas consultados pelo jornal disseram que a órbita, utilizada normalmente por satélites espiões, é prova de que o X-37B está sendo utilizado em seu primeiro voo pra tarefas de espionagem.

Mais conteúdo sobre:
x-37espaçoespionagemórbita

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.