Ativistas são contra plano de privatizar água

Os grupos ativistas de meio ambiente, que se opõem à privatização dos serviços de água estatal em todo o mundo, disseram que não vão aceitar a declaração de uma conferência internacional que respalda a completa ou parcial privatização da água. ?Não há declaração conjunta a não ser que se reconheça que não existe uma posição comum?, afirmou a escritora Maude Barlow, diretora do grupo ativista Conselho dos Canadenses. O Conselho Mundial da Água, organizador do fórum internacional, que se realiza em Kyoto, tem sido criticado por políticos e ativistas por promover a idéia de privatizar os serviços de água. Ontem, a delegação do Iraque, composta por cinco pessoas, se retirou da conferência, após a declaração de George Bush na TV.

Agencia Estado,

19 de março de 2003 | 10h23

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.