Aumenta número de animais sob risco de extinção

O segundo maior tubarão do mundo, uma ave do (suposto) Jardim do Éden e o único cervo da Ásia Central estão entre as 11 espécies consideradas agora ameaçadas de extinção, de acordo com um documento assinado ontem por 95 países integrantes da Convenção de Espécies Migratórias."As espécies integram uma lista de 107 animais migratórios ameaçados e devem receber tratamento especial de todos os membros da convenção", disse o cientista-chefe, Marco Barbieri.O tubarão-peregrino, que pode alcançar 10 metros de comprimento, é encontrado no Atlântico, Índico e Mediterrâneo. Com freqüência fica preso em redes de pesca ou bate em navios em águas mais rasas. O mesmo acontece com o golfinho comum.O tordo vermelho de Basra, que vive nas zonas úmidas do sul do Iraque ? onde seria o local histórico do Jardim do Éden ? pode sumir pela perda de hábitat. Do cedro de Bukhara, animal que migra por regiões áridas do Tajiquistão e do Usbequistão, sobram apenas de 800 a 900 indivíduos.

Agencia Estado,

25 de novembro de 2005 | 18h32

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.