Avestruz entra na lista de animais domésticos

Uma portaria do Ibama, publicada hoje, inclui os avestruzes africanos (Strutio camellus) na lista de espécies de animais domésticos. A partir de agora, o controle sobre a criação da espécie no Brasil deixa de ser feito pela área ambiental do governo e passa para a responsabilidade do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA).Segundo José de Anchieta, diretor de Fauna e Recursos Pesqueiro do Ibama, ?o Ministério da Agricultura passará a controlar a importação de avestruzes vivos e de ovos fecundos com origem em criadouros localizados no exterior. O Ibama só se manifestará se a procedência for seu habitat natural, ou seja, a savana africana?. Nesse caso, o Ibama emitirá licença com base na convenção CITES (Convenção Internacional sobre o Comércio de Espécies da Fauna e da Flora em Risco de Extinção), após ouvir o Ministério da Agricultura.Estima-se que existem no País cerca de 50 mil avestruzes, criados em sistema intensivo de cativeiro. Seus subprodutos mais rentáveis são a carne, o couro e as plumas.

Agencia Estado,

14 de março de 2002 | 13h59

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.