Avião experimental bate recorde de voo hipersônico nos EUA

O recorde anterior de um motor scramjet hipersônico era de 12 segundos

Associated Press

27 Maio 2010 | 14h58

O X-51A aparece preso á asa do B-52 da onde foi lançado no teste. Divulgação/USAF

 

Um avião experimental bateu o recorde de voo hipersônico, mantendo-se por mais de três minutos em Mach 6, ou seis vezes a velocidade do som.

 

O X-51A Waverider foi lançado de um avião B-52 na costa da Califórnia na manhã de quarta-feira, 26, informa a Força Aérea dos EUA em seu website. Seu motor "scramjet" acelerou o veículo a Mach 6 e o manteve em voo autônomo por 200 segundos, antes de perder aceleração.

 

 

O recorde anterior de um motor scramjet hipersônico era de 12 segundos, de acordo com os militares americanos. Nesse tipo de motor, o oxigênio necessário para sustentar a combustão no foguete é retirado do ar que passa por dentro do veículo, durante o voo a velocidades supersônicas.

 

"Estamos extasiados por termos conseguido tanto durante a primeira missão hipersônica", disse Charles Brink, gerente do programa X-51A. "Nós consideramos este salto tecnológico equivalente ao dado depois da 2ª Guerra Mundial, das hélices para os jatos".

O diretor de hipersônicos da Boeing, Joe Vogel, disse que o recorde "lança a fundação de diversas aplicações, incluindo acesso ao espaço, reconhecimento, ataque, alcance global e transporte comercial".

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.