Bebê desenvolve memória a partir dos 2 anos

Um grupo de cientistas confirmou o que muitas mães já sabiam: que a falta de concentração de um bebê de um ano se transforma em aguda memóriaquando a criança completa dois anos.Os pesquisadores disseram que suas conclusõesacrescentam peso à teoria de que os bebês de um ano costumam esquecer-se facilmente porque as regiões do cérebro que acumulam e recordam experiências a longo prazo ainda se encontram emformação.Outros cientistas disseram que, embora esta novainvestigação confirme trabalhos anteriores que demonstram que a memória dos bebês melhora com a idade, ainda não está claro o quê causa esta melhora.Os investigadores da Universidade de Harvard submeteram a provas três grupos de bebês com idades diferentes, incentivando-os a imitar tarefas como limpar uma mesa ou depositar um papel usado numa cesta de lixo.Ao mesmo tempo em que eram incentivados a imitar cada tarefa, os bebês eram ajudados por ordens verbais tais como: "hora de limpar!".Quatro meses depois, os pesquisadores utilizaram as mesmas ordens verbais e técnicas para ver se os bebês podiam repetir as tarefas. Descobriram que somente 11% das crianças de 13 meses repetiram com êxito pelo menos uma das tarefas quehaviam realizado aos 9 meses.No entanto, 91% dos bebês de 21 meses foram capazes de repetir pelo menos uma das tarefas que imitaram aos 17 meses, e todos os bebês de 28 meses repetiram pelo menos uma das tarefasque haviam realizado aos 24 meses.As conclusões da pesquisa estão publicadas no número da revista Nature que estará nas bancas nesta quinta-feira. Conor Liston, que coordenou o estudo em Harvard,confirma e acrescenta material às conclusões publicadas em meados da década de 90 pelos investigadores da Universidade de Washington e da Universidade de Minnesota. Liston disse que seu trabalho está entre os primeiros que comparam a memória a longo prazo dos bebês de 9 meses com ados de 17 meses.Anteriormente, uma investigação da Universidade deWashington havia demonstrado que os bebês de 6 meses podem recordar acontecimentos apenas por 24 horas, enquanto que os cientistas de Minnesota haviam descoberto que a memória dos bebês melhora ao chegarem aos 9 meses."Isto indica de forma concludente que há certa evolução no cérebro entre os 9 meses e os 17 meses, o que permite aos bebês de mais idade codificar seqüências aos 17 meses que podemser recordadas após longo tempo", acrescentou Liston, que foi ajudado em sua pesquisa por Jerome Kagan, professor de psicologia da Universidade de Harvard.Lise Eliot, professora-adjunta de neurociência daFaculdade de Medicina de Chicago, indicou que o estudo de Harvard não examinou as mudanças nos cérebros dos bebês que foram submetidos às provas.Reconheceu, no entanto, que as conclusões contribuem para a noção de que o desenvolvimento do lóbulo frontal do cérebro e do hipocampo - áreas relacionadas com a retenção da memória e das lembranças - são primordiais no acentuadodesenvolvimento da memória infantil a partir dos dois anos.

Agencia Estado,

30 de outubro de 2002 | 18h26

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.