Bebês já nascem aptos a selecionar sons

Não é novidade que o lado esquerdo do cérebro controla a linguagem, função ligada à lógica e à razão, enquanto o direito toma conta da música, ligado ao lado mais emocional, mas pesquisadoras da Universidade da Califórnia em Los Angeles (Ucla) e da Universidade do Arizona descobriram que os ouvidos dos bebês carregam esse mesmo tipo de especialização desde a tenra infância.Segundo estudo publicado na revista científica Science, elas estudaram a reação de recém-nascidos e descobriram que o ouvido esquerdo amplifica melhor sinais similares à música e o ouvido direito, aqueles semelhantes à linguagem."Isso é paralelo ao que acontece no processamento da fala e da música no cérebro, mas com os lados invertidos em virtude das conexões cruzadas do cérebro (o lado esquerdo do cérebro é controlado pelo hemisfério direito e vice-versa)", explicou Yvonne Sininger, uma das autoras.O estudo, que durou seis anos, testou a audição mais de 3 mil bebês antes de eles deixaram o hospital e demonstrou que a seleção dos sons começa já no ouvido e não no cérebro, como se pensava. "No nascimento, o ouvido já está estruturado para distinguir entre os diferentes tipos de sons e mandá-los para o local correto no cérebro", afirmou Barbara Cone-Wesson, que fez o trabalho com Sininger.Com a pesquisa é possível explicar, por exemplo, por que crianças com deficiência auditiva no ouvido direito têm mais dificuldade de aprendizado na escola do que as que apresentam o mesmo problema no ouvido esquerdo.

Agencia Estado,

13 de setembro de 2004 | 00h37

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.