Bento XVI conclui segunda parte do livro 'Jesus de Nazaré'

Primeiro volume da obra foi publicado em 2007; não há data para o novo lançamento de Bento XVI

EFE,

19 Janeiro 2010 | 18h43

Bento XVI concluiu  a segunda parte de seu livro Jesus de Nazaré, segundo confiou ao seu amigo e rabino americano Jacob Neusner, informou hoje o jornal L'Osservatore Romano.

 

O pontífice recebeu Neusner, de 68 anos, e a sua mulher, no Vaticano, um dia após sua visita à sinagoga de Roma.

 

"Falamos de nossos livros e ele contou que já acabou de escrever o segundo volume de seu Jesus de Nazaré", contou Neusner ao vespertino da Santa Sé, ao qual assinalou que o que mais o impressionou quando conheceu Joseph Ratzinger "foram seus olhos penetrantes".

 

O olhar do papa "te atravessa", declarou Neusner. Ele que a visita do papa à sinagoga de Roma é "um evento grandioso que comoveu a todos".

 

Jacob Neusner é amigo de Ratzinger há anos, que o considera um "judeu praticante e rabino, crescido em amizade com católicos e evangelistas".

 

O papa o cita no quarto capítulo do livro Jesus de Nazaré, o dedicado ao Sermão da Montanha, em cuja elaboração Neusner desempenhou um papel importante, segundo reconheceu o próprio Ratzinger.

 

A primeira parte de Jesus de Nazaré foi apresentada pelo Vaticano em 13 de abril de 2007.

 

Em seu primeiro livro como papa, Bento XVI mostra um Jesus que segundo ele é "real, o histórico", e afirma que Cristo é uma figura "historicamente sensata e convincente".

 

Por enquanto, não se sabe quando a segunda parte da obra chegará às livrarias.

Mais conteúdo sobre:
papavaticanojesuscatolicismo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.